Categorias
Patologias Sem categoria

PARKINSON

O Parkinson é uma das patologias que garantem um grande desconto na compra de um carro.

A Lei

Esse direito é garantido pela Lei 8.989/95 e atualmente prorrogado pela Lei 11.941/09. Estas leis têm como principais objetivos a inclusão e facilitar a locomoção para pessoas com alguma limitação.

Segundo ela, os portadores da patologia, seja na condição de condutores ou não, estão completamente isentos do imposto na aquisição de veículo.

Vale ressaltar, que não é preciso ser aposentado para usufruir desta isenção. Já em relação aos veículos, estes podem somente ter fabricação nacional e não podem ser comercializados em até 3 anos da sua compra, a não ser que sejam vendidos para outras pessoas que também tenham alguma limitação.

Quem tem direito?

De acordo com a Lei, qualquer pessoa que consiga comprovar que sofre da patologia pode ter esse benefício.

Lembrando sempre que, pessoas com patologia de Parkinson podem dirigir, uma vez que os sintomas físicos se mantenham leves. É importante ter sempre um acompanhamento de um neurologista.

O Mal de Parkinson

O Mal de Parkinson é uma patologia que ocorre, normalmente, em pessoas com mais de 65 anos. É uma patologia degenerativa, que ataca células nervosas que tem uma dificuldade maior em se regenerar.

Isso faz com que as pessoas que sofram com essa patologia, tenham uma certa insuficiência de dopamina, que é a substância que regula os movimentos mais finos.

Apesar de não ter cura, o Parkinson tem diversas formas de tratamento que contribuem muito para a qualidade de vida das pessoas.

Remédios, terapias, fisioterapias ajudam a controlar os sintomas, e auxiliam os indivíduos a terem uma vida bem próxima ao normal podendo até mesmo, como dito, dirigir.

De qualquer forma, o acompanhamento médico é sempre recomendado. Tratamentos, como certas cirurgias, poder ser extremamente benéficos para reduzir a lentidão dos movimentos e a rigidez dos músculos. Porém, é preciso tomar cuidado, pois essa opção não é para todos.

O importante é sempre procurar manter o tratamento ocorrendo da melhor forma. O Parkinson é uma patologia grave, mas não que não significa o fim da vida de uma pessoa. Pelo contrário. É possível se manter bem ativo e saudável. Por isso, é fundamental conhecer os seus direitos, para garantir que eles irão ser atendidos.